terça-feira, julho 21, 2015

O espelho


De novo a história do espelho
Eu olho para o espelho
O espelho me observa
Quem é o espelho
O que é o espelho
Por que me observa
Quem olha o espelho
Há um espelho dento do outro espelho
Quantos espelhos existem
Quantos espelhos permeio
 Dois espelhos constroem o infinito
Mil espelhos para cada verso
Mas o espelho não faz poesia
O espelho só reflete a realidade
Ou pode o espelho ver além dos olhos
Traz o espelho desejos vindouros
Traz o espelho lembranças empoeiradas
Apenas um verso sem espelho
Um verso sem espelho não muda o mundo

O espelho muda a cada mo(vi)mento

210to0T4L015

Nenhum comentário: