terça-feira, janeiro 13, 2015

Miragem mulher



























Tens a exata medida dos meus olhos
Quando eles derrapam por tuas curvas
E reentrâncias sob o aprisionamento das tuas vestes...

Ah, que vontade de fugir de mim e percorrer-te
Como peregrino a cruzar o mais perigoso deserto
Só para matar a sede em ti...

Fabiano Silmes

Nenhum comentário: