sexta-feira, março 23, 2012

Entenda - Se


Quando eu nasci
Veio uma voz chata disse:
Vais ser mais um proletariado

Logo, ouvi outra mais delicada
Dizer insistentemente
Que fazia sol lá fora

Triste, eu pensei: Ah, minha vida
Será uma coisa besta e sem finalidade...
Mas e o humor?A ironia?
 A transcendência e a poesia?
Onde entram nisso tudo?

Então- súbito- me escapou um riso
Que rompeu o tédio e a conversa

Quando todas as cabeças se viraram
Perplexas em minha direção

Eu cínico e inocente empurrava
As incertezas para debaixo do tapete.

Fabiano Silmes






3 comentários:

Lu Rosário disse...

E essas incertezas ficam sempre lá guardadas e juntando-se a muitas outras.

Beijos.

luiz carlos disse...

Belo poema!
Realmente as incertezas virão uma grande bola de sujeira embaixo do tapete.

Ricardo disse...

Que bom é ouvir a voz mais delicada e fazer da inconformidade um passo.
Um grande abraço