quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Torre de Marfim

Eu vivo na torre de marfim.
A torre são os seus braços,
suas pernas, os seus seios,
o seu corpo alvo todo enfim.

Mas,de repente,fez silêncio
e alguma coisa vil aconteceu...
A paisagem calma se desfez

E do interior da noite escura
vieram homens e incertezas
que derrubaram sem piedade
a triste torre branca sob o luar.

Então,subita e violentamente,
quando percebi o meu destino
eu já estava morto dentro de ti.


Fabiano Silmes

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Grão

Terra
Semente
E grão
Grãos
De trigo,
Fermento e
Água.
E com Calor
Do fogo
Faz-se o pão.

O pão alimenta o homem que
Saciará a fome secreta da
Terra

Da terra seca brota vida.
Essa vida que já nasce com fome.
Que mesmo assim se faz em esperança
Na mesa discreta das pessoas humildes
Que comem trabalho em vez de pão
Que bebem cansaço em vez de descanso
Que respiram luta em vez de paz.

Ó terra és mãe
Não deixe desamparados teus filhos
Terra sagrada roubada dada
Vendida sem dinheiro
Entregue de mãos amarradas

E mesmo assim a terra
Alimenta o homem
Que alimenta a terra
Onde brota
O grão.


Fabiano Silmes