quinta-feira, fevereiro 18, 2010


no mundo das cores

todo traço é arte

mas a belaza incide

no mérito da visão




Voo até onde permitem minhas asas
Sou fraco
Reconheço em mim
Muitos limites
Assim me fortaleço
Através do ato de tentar compreender
Com paciência
Meu potencial
E seu desenvolvimento
Tempo afora

Cumpro a parte que me cabe
E talvez
No momento exato que chamastes
Não possa te ajudar
Conseguiria você, então, entender
Minha fraqueza
Terias boa vontade
E respeito
Com meu ponto fraco, escancarado
Espírito e natureza

Pensando, pensei: pensar
Consiste em remoer
Mudar de lugar
E não perder o foco
Abrir mão do linear
Para cercar o domínio
Em sua plenitude
Sem ter que jogar
A atitude
Não são dados ao ar

Vida não calculada
Torna-se jogo de azar
Homens ao mar
Se te abraço
Sem a técnica do nado
Ambos iremos afundar
No fim das contas
Não há blefe contra xeque-mate
O melhor salva-vidas
Não deixe o barco afundar

terça-feira, fevereiro 16, 2010

pintura: Gyuri Lohmuller



Resta o orgulho
Que nada vale

Áspera espera
Longo passar

De árduo pesar

Na próxima oportunidade
Não mais reconhecerá
Se triste ou fugaz
A medida que for
A medida que trás

Um sorriso destarte

O desejo saturado

Eu era aqui
Outro será ao lado
Sujeito a ser alterado

Quem olhar dali verá
Pode parecer errado
Ao olhar de cá
Verá pressionado
E impressionado
Como enfim
Mais um passo



to0t4L

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Fala ae
Blz
Tranqüilo
Chegou
Cheguei
E agora
Manda embora
Demora
Chegou
Cheguei
Humpf
Ta na hora
Estava
E agora
Chegou
Cheguei
Renova-se
Mantém
Ta na hora
Ainda
Foi embora
Estava
Estoura
Tranqulilo
Blz
Fala ae
Fui
Comenta
Cometa
Confere
E
Comemora



...
7o0741