sexta-feira, agosto 07, 2009

Alerta!

No Rio morre uma criança por dia.
No Rio morrem duas crianças por dia.
No Rio morrem três crianças por dia.
No Rio morre e morrem crianças por dia.
O doce vermelho escorre nas taças amargas dos infanticidas.
No rio as águas devoram os peixes pequenos e as correntes vão
[levando seus fantasmas para assombrar nossa memória.


Fabiano Silmes

2 comentários:

Catarina Poeta disse...

Fato! Desgraça do cotidiano. E nossos olhos, como ficam? Cegos e mudos diante do "plim-plim"?
Abraço!

Godet disse...

Passei por aqui pra lhe dizer que meu blog está com saudades de seus comentários.... rsrs
bjs