segunda-feira, abril 06, 2009

O Mergulho

In Memoriam a Ana C.

estranho silêncio pelo apartamento
nenhuma musica
nenhum grito
nenhum barulhinho sequer... ao meu lado.

entre esta noite e tudo aquilo que acredito
ouço apenas minhas lágrimas caindo lentas...
e num torpor de queda constato o meu salto.


F.Silmes

6 comentários:

F. Reoli disse...

Tem saltos que parecem nunca chegar ao fundo... mas ainda assim, existe luz em plena noite escura... abração

O empírico disse...

triste...

Lu Rosário disse...

Não sei o que dizer.

Sei que quando queremos, buscamos e acreditamos.. somos feliz.

Beijos.
Te gosto muito e confio.

Desengavetados disse...

Poeta, vc se escreve!

Anônimo disse...

Poemaço , tem lagrimas na ponta da caneta e força no coração !

Welington de Sousa disse...

Poemaço , tem lagrimas na ponta da caneta e força no coração !