quinta-feira, abril 30, 2009

A face no espelho


Ver até não poder mais
o espelho diante os olhos
A imagem do que está atrás.

Fabiano Silmes










9 comentários:

Lu Rosário disse...

Os dois primeiros versos me lembraram Caeiro..


... e adorei esta imagem.

Beijos!

Angela disse...

Oi!!
Muitas vezes são essas imagens que não são vistas...

to0T4L disse...

Observando, observando e observando...

Abs

GUSTO VIBE disse...

Olhamos ao fundo de tudo e se esquecemos muitas vezes de olhar para dentro de nós.

Bem visto, bem pensado!!!

Lu Rosário disse...

Hahahahhahaha

Uma banana daquela não dá, né? Nem eu ia querer...rsrsrsrs
Eu falei que o post seria besta, diferente do que normalmente escrevo..mas também um pouco cômico.

Beijos!

Junior Ferro disse...

Cara, valeu pela visita ao meu blog.

E o seu está muito bacana... muita coisa legal!!!

mas adorei esses versos, em especial. muito, muito bom mesmo!

abraço!

Desengavetados disse...

O espelho é a observação do outro. Esse outro desconhecido que sou e sua multiplicidade. Bem legal a gravura!! Adorei! bjoss!

F. Reoli disse...

Lacanianamente bela: poesia!

Godet disse...

...Infinito ser...
em seus olhares multiplicadores,
e que olha em uma só direção.
Muito reflexivo!!!
Bjsssssssssssss