sexta-feira, maio 30, 2008

O Sonho


Ontem eu sonhei que era feliz
Como nunca fora antes na vida.
Todos que jazem no derradeiro sono
Estavam inalteravelmente despertos...
(Em meu sonho não existia dor.)
Tudo era calmo como um abraço.

Não havia a indiferença dos gestos,
Nem a incomunicabilidade dos fatos.
Tudo era pleno como um dia de Sol.
Não havia lágrimas em meu rosto
E meu sorriso era vivo e eterno.

A palavras saudade estava apagada.
Tudo era tão veradadeiro por dentro
Como nunca antes em minha vida.
Ontem eu sonhei que era feliz...
Hoje eu não sonho mais...

3 comentários:

Lu Rosário disse...

Se não sonha mais... é porque pensou da felicidade ser apenas um sonho e não a tornou concretude.

Beijos.

Lu Rosário
www.sempudor.blogs.sapo.pt

Emanuel disse...

Fabiano vejo neste poema uma aspiração ao que no meu enteder tu e muitos de nós não podemos alcançar nesta dura realidade que vivemos.
Ao mesmo tempo me vem como um desperta para esta mesma realidade.

Bia disse...

O sonho comanda a vida! Não desista de sonhar... aproveite cada novo dia, para um recomeço ...e sonhe que é feliz.. todos os dias!!


miminhos... atrevidos!