segunda-feira, abril 21, 2008

A cigarra


o canto da cigarra não revela tristeza
vive e morre a cigarra em seu canto
tão alheia ao destino como os homens.
Fabiano Silmes

sexta-feira, abril 11, 2008

As flores

Os homens nascem
As flores crescem
Os Homens se sucedem
As flores envelhecem

Com a bênção do padre
Homens e flores se unem
Em eterno matrimônio
Benditas são as flores
Companhia final dos homens.

Fabiano Silmes

segunda-feira, abril 07, 2008