sexta-feira, março 21, 2008

O Sol


o sol cingiu o verde do campo
o sol apagou o escuro de tudo
o sol secou todas as fontes
o sol matou o homem de sede
e deu lindas flores para seu funeral.
Fabiano Silmes

5 comentários:

Lu Rosario disse...

Você tem escrito lindo.. mas cada vez mais triste.

Isto me toca muito.. a fundo.

Lu Rosário
www.sempudor.blogs.sapo.pt

to0t41 disse...

A mesma mão q alimenta, destrói.

Fábio disse...

Sempre achei o sol um enigma: você o decifrou!
Abração

william disse...

O sol enterrando o breu da madRugada.
dando flores e sede
Acima e desdenhando dos nossos olhares.

william disse...

Gostei da ilustraçaõ. de quem?