terça-feira, outubro 17, 2006

O vento e os homens

Um Deus
também
é sonho
vontade
e intensidade.
Um Deus
é o vento
(in)ventando tudo
com sua presença
fria & indomavel
enquanto a vida;
Que é a nossa única
e insubstituível realidade
se deixa na tempestade
como uma criança
alegre e alheia
ao medo e a indiferença do vento;
Que para a criança
é apenas um momento de espera
para que o tempo;
Que é o pai da vida e da morte
amanse a tempestade
e ela possa enfim
domar a brisa que fica
para soltar sua pipa
lúcida e verdadeira,
por entre núvens e pássaros
em direção ao azul inalcansável.


Fabiano Silmes

2 comentários:

Rebeca dos Anjos disse...

Esse encontro "Deuse vida", sempre será motivo de inspiração pra gente, que tem isso como mistério!!!

Beijos!!!!!!!

Rebeca dos Anjos disse...

Esse encontro "Deuse vida", sempre será motivo de inspiração pra gente, que tem isso como mistério!!!

Beijos!!!!!!!