quinta-feira, abril 13, 2006

Sartre

Deste forma e corpo
Ao vazio sentido,
Não como roupa
Ou embalagem
A revestir a essência humana
De razão contrária,
mas com a um vaso
A guardar o ar.

Fabiano Silmes

2 comentários:

O empírico disse...

Sartre rocks!

Junny boy disse...

A e mano se lembra de mim la do teatro munícipal é sou eu mesmo aquele do x tudo. Ae mudando de assunto maneiro o seu texto continue assim nota 10.