quinta-feira, abril 13, 2006

O livro e a traça

A vida é o livro
que se escreve
quando vivo:
livro- romance;
Agre-sabor de literatura.
livro drama;
sem fins nem meios
ao alcance de todos.
Livro-infantil;
mundo de fantasia
nas linhas do nada.
Livro-médio
ou máximo livro
que encante
ou que dele
seja encantado,
mas que a vida
do livro que
somos mas não lemos.
_morte,traça implacável
que vai roendo
silênciosamente
as fantasias,
os dramas,
os romances
e tudo o mais que se
escreva dentro
e fora do livro,
até deixar em ossos
o próprio entendimento.

Fabiano Silmes

Sartre

Deste forma e corpo
Ao vazio sentido,
Não como roupa
Ou embalagem
A revestir a essência humana
De razão contrária,
mas com a um vaso
A guardar o ar.

Fabiano Silmes

quarta-feira, abril 05, 2006

Apelo inútil

Não precisa muito
Para preencher
Este vazio entre nós,
Vontade talvez
Do muito pouco ser,
Ser suficiente
Para amar-mos
Um ao outro
Até nos extinguirmos
Completamente,
Como tristes mariposas
Atraidas pelo fogo
A morrer sem razão.
Não precisa muito
Só um pouco de esquecimento
Ao momento em vão.
Onde este vazio
Foi crescendo e engolindo
As tentativas,
Os risos
E a memória.
Só deixando
Sobre o silêncio
Apenas a indigestível
palavra Não.

Fabiano Silmes