sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Momento narrado Pt.43

É noite
Ouço jazz
Caiu um temporal
Agora naum chove mais
Preciso ir para casa
O jazz naum deixa
Estou sequelado
Amarrado a cadeira
Lutando contra o sono
Pensando no q escrever
Mas naum há palavras
Há apenas pensamentos
Mas qual a diferença?
Essa altura da hora
Em que a folha já se encontra borrada
De idéias coloridas
Que destoam
Mas formam um belo mosaico
É jazz
Ouço a noite
E a diferença das palavras
É jazz
Ouço a noite
E a indiferença das palavras
Da escada que me espera
Da noite q naum
Da hora q passa
Do sono q naum,
É noite
Vou dormir ...

110Total206
www.vortexproject.rg3.net

4 comentários:

Sabrina disse...

Que bom que já está no ar! Adorei o poema. Vou acompanhar sempre!!!Bjinhos ... :)

O empírico disse...

Loko!
Abraços!

Cineasta 81 disse...

Hoje em dia é tudo Jazz.
Vai ver porque é chique.

Teatro de Retalhos disse...

hahahaha.
e ae rapaz visite o meu...
adorei! assim q se tem um angulo onde vc possa admirar como observador, acho que as coisas saem mais como devem sair.. vendo o desconexoo com nexo... pq nem sempre que fazemos algo com nexo parece ser oq é... bem sei lá..hahaha
acho que nao fui claro o suficiente.. so marcando para trocar uma ideia mesmo..
abraço
marcello